Novas Arquiteturas do Veículo do Futuro

PPS 1

Eixo do Projeto:

As Novas Arquiteturas do Veículo do Futuro

Projeto: AutoCluster for the Future (PAC)

A PPS1 aborda a conceção e desenvolvimento de engenharia de arquiteturas avançadas de veículos do futuro, em dois domínios conexos: (1) arquiteturas de interiores e exteriores (no seu conjunto designados por “célula veicular”), e (2) arquiteturas de plataforma veicular. Para além destes dois domínios estruturantes, esta PPS contempla três outros domínios nucleares transversais no contexto de desenvolvimento de novas arquiteturas do veículo do futuro: (3) a evolução de tecnologias, (4) as novas abordagens de teste e de validação e a (5) sustentabilidade e economia circular.
No que respeita ao desenvolvimento de arquiteturas de interiores e exteriores, serão desenvolvidos conceitos avançados, apontando conceitos de futuro passíveis de serem objeto de desenvolvimento tecnológico nas PPS2 e PPS3. Envolvendo certamente estes conceitos domínios da conetividade e HMI, o desenvolvimento destes conceitos de arquitetura avançada terá igualmente uma coordenação óbvia com a PPS4. Esta interação entre as referidas PPSs é biunívoca.
Image
Image

Arquiteturas de Plataforma Veicular

O desenvolvimento de arquiteturas de plataforma veicular, procura responder às tendências que a mobilidade do futuro exige de forma crescente, nomeadamente para que os veículos de nova geração apresentem flexibilidade e versatilidade para assumir características apropriadas às diversas funções que venham a desempenhar. Neste âmbito, idealmente o veículo do futuro apresentar-se-á enquanto plataforma modular altamente configurável para a utilização em ambiente urbano, assumindo um caráter agnóstico e permitindo o acoplamento de diferentes soluções tecnológicas
consoante o tipo de utilização que se perspetiva que venha a suceder num momento muito próximo.
Para alcançar tal objetivo, requer-se uma solução estrutural que se afigure altamente modular e que promova o potencial de configurabilidade dimensional e das soluções tecnológicas passíveis de incorporação, adequando-se aos distintos modos de utilização dos veículos e, bem assim, às diferentes preferências e contexto de viagem dos utilizadores.
Image
Pretende-se realizar atividades de investigação e desenvolvimento experimental de uma plataforma veicular, adaptável a diferentes tipologias de veículos, que explore o desenvolvimento de novas soluções construtivas, tecnologias e materiais. Neste contexto, esta linha de investigação e desenvolvimento tem uma ligação com a PPS3 no âmbito das estruturas.
Esta plataforma modular permitirá receber o habitáculo e o número de elementos propulsores e de armazenamento de energia adaptados ao serviço prestado e ao meio urbano, integrado no sistema digital da cidade. Pretende-se definir e dimensionar o sistema de propulsão de acordo com as tendências do veículo do futuro, quer em termos de tipologia, quer em termos da sua otimização para o tipo de utilização em contexto real, incluindo os percursos em que vai ser utilizado.
Para além do desenvolvimento de conceitos de arquiteturas avançadas, o PPS1 terá igualmente como objetivo, numa fase final do mobilizador, a integração e demonstração de alguns dos principais produtos e tecnologias desenvolvidos ao longo de todas as PPSs, sob a forma de um demonstrador do seu valor conjunto numa lógica verdadeiramente integrada.

Evolução de Tecnologias

Esta atividade focar-se-á na avaliação de tecnologias de fabrico disruptivas associadas à produção de componentes para a nova geração de veículos do futuro. Pretende-se, no âmbito desta atividade, perceber como é que as tecnologias atuais mais relevantes respondem aos desafios neste contexto do veículo do futuro.
Pesquisa de novos equipamentos de ensaio de validação híbridos, de forma a minimizar espaço de instalações, interação com a cadeia de produção.

Novas Abordagens de Teste e de Validação

Pretende abordar o ambiente associado ao teste e validação de componentes e sistemas, explorando estratégias conducentes a ciclos de desenvolvimento e validação mais curtos, a redução de custos e do espaço físico associados. Neste contexto, perspetiva-se:
A definição de boas práticas de eficiência energética e sustentabilidade ambiental no processo de fabrico de componentes e veículo, de forma a contribuir para um possível eco-labelling associado a toda a cadeia de produção, utilização e fim de vida do veículo.
A validação de componentes que se integram nas próximas gerações de veículos: mais inteligentes, eco eficientes, sustentáveis e autónomos
Novas abordagens de testes e validação de componentes a partir de ensaios não destrutivos.
Estudo e desenvolvimento de soluções para a validação da segurança passiva e ativa dos veículos do futuro, nomeadamente os autónomos.

Sustentabilidade e Economia Circular

Atividade focada na sustentabilidade e economia circular, a qual abordará ferramentas e metodologias de apoio à implementação de princípios de sustentabilidade e da economia circular em todas as etapas do ciclo de vida dos veículos.
Na definição duma plataforma de desenvolvimento de novas arquiteturas de veículos, enquadrada nos objetivos europeus e nacionais de mitigação de impactes energéticos e ambientais, têm necessariamente que ser considerados critérios de eficiência energética e sustentabilidade ambiental. Considerando o ciclo de vida total de um veículo consideram-se três etapas (a produção; o uso; e o fim de vida), nas quais devem ser avaliados diversos critérios (definidos
através de categorias de impacte ambiental), por forma a garantir um melhor desempenho quando em comparação com os veículos convencionais.
Considerando o papel que o conceito de plataforma de desenvolvimento de novas arquiteturas de veículos, focando-se principalmente na produção do veículo, tem em todo o ciclo de vida do veículo, uma correta definição deste conceito pode ter impactes significativos no desempenho do veículo numa perspetiva de ciclo de vida.